Paulo Climachauska na Vancouver Biennale

12.03.2014

Paulo Climachauska participa da Vancouver Biennale com Red Fortune, obra inspirada na abertura do território canadense e seus fluxos migratórios. A linha de trem representada na obra evoca a Canadian Pacific Railway, ferrovia essencial para o desenvolvimento do Canadá como nação. Já a muralha da China e os biscoitos da sorte se referem à grande imigração chinesa para o país, motivada pela construção da ferrovia. O artista também participará da discussão moderada com outros brasilerios sobre como a arte pode ser usada para encorajar a ação social. Inspirada em Martin Luther King, a primeira palestra na qual participam artistas de diversas origens culturais, políticas e históricas, celebra a liberdade de expressão artística e discute abertamente questões de impacto global.

Confira os detalhe aqui.

Tags: pauloclimachauskaclimachauskacanadavancouverbienalobrapalestradiscussao.